A MAIOR REDE DE TELEMEDICINA DO BRASIL

Para utilizar o serviço, faça seu cadastro na plataforma, preencha sua ficha e receba a receita médica por e-mail.

Cadastre-se

Papanicolau – Exame essencial para a saúde da mulher


O câncer do colo do útero, também chamado de cervical, é causado pela infecção persistente por alguns tipos do Papiloma vírus Humano – HPV.

A infecção genital por este vírus é muito frequente e não causa doença na maioria das vezes. Entretanto, em alguns casos, podem ocorrer alterações celulares que poderão evoluir para o câncer.

Estas alterações das células são descobertas facilmente no exame preventivo (conhecido também como Papanicolau), e são curáveis na grande maioria dos casos. Por isso a importância da realização periódica deste exame.

A realização do exame de Papanicolau tem sido reconhecida mundialmente como uma estratégia segura e eficiente para a detecção precoce do câncer do colo do útero na população feminina e tem modificado efetivamente as taxas de incidência e mortalidade por este câncer.

Durante o exame, a mulher se deita na posição ginecológica, com as pernas elevadas e apoiadas por um suporte, enquanto o ginecologista abre caminho com a ajuda de um espéculo, aparelho que lembra um bico de papagaio.

Depois, o especialista extrai células da parede vaginal e do colo do útero com uma espátula e uma cerda. O material é então enviado para um laboratório onde um outro médico da especialidade Patologista irá realizar o estudo em cima do material coletado para geração de um laudo médico.

Segundo o Ministério da Saúde, toda mulher que tem ou já teve vida sexual deve submeter-se ao exame preventivo periódico, especialmente as que têm entre 25 e 59 anos. Inicialmente, o exame deve ser feito anualmente. Após dois exames seguidos (com um intervalo de um ano) apresentando resultado normal, o preventivo pode passar a ser feito a cada três anos.

O Papanicolau é um exame que deve estar no topo da lista de prioridades de todas as mulheres sexualmente ativas. Estudos comprovam que ele pode detectar outras doenças e condições como infecções viróticas, verrugas genitais e herpes, além de alterações hormonais, principalmente de progesterona e estrogênio, também podem ser observadas com o exame.